Como ser profissional

É importante ser agradável, atraente e ter conhecimento o tempo todo para manter uma imagem comercial positiva, mas isso é apenas parte de ser um profissional. Este guia de tudo o que você precisa saber mostrará notícias de como reunir (e manter) todo o pacote profissional de como se vestir para impressionar através de como se comportar e se comunicar com clientes e clientes.

Vestir a parte – Nada muito apertado, muito curto ou muito revelador é uma boa regra geral a seguir quando se veste como profissional. Compre e use roupas da melhor qualidade que você puder pagar.

No entanto, como você se veste como um profissional de negócios vai depender muito do negócio em que você está. Se o seu negócio envolve passeios de bicicleta de liderança, então, obviamente, spandex é uma boa escolha. Se você é um profissional de saúde, você estará usando um uniforme.

A palavra de ordem geral do vestido para profissionais é conservadora. Quer ser levado a sério? Se vestir seriamente. Guarde as peças da moda para tempos “fora de serviço”.

Seja sensato. É realmente uma boa ideia usar esses saltos de 4 polegadas quando você tem quatro propriedades para mostrar naquele dia?

Preste atenção aos seus acessórios. Não exagere nas joias. Profissional e brega não andam juntos. Se você precisar levar uma bolsa, um portfólio ou uma pasta, ela deve estar atualizada e em bom estado. Os sapatos devem ser conservadores, adequados à sua profissão, em bom estado de conservação e polidos, se necessário.

Não se vista muito casualmente. Note que existe tal coisa como vestido de negócios e vestido de acordo.

Não seja excessivamente familiar. Um profissional não é amigo. Como profissional, você quer ser amigável, é claro, mas não quer encorajar confidências pessoais nem compartilhá-las.

Tenha sua “papelada” em boa ordem. Se você está usando um tablet, smartphone ou laptop, isso é ótimo – mas o que quer que você mostre, o cliente ainda precisa ser organizado e compreensível, seja um plano de projeto ou uma fatura. E sempre verifique novamente todos os seus números. O cliente que identifica um erro é o cliente que você provavelmente perdeu.

Hotel integrante de grupo liderado por Guilherme Paulus é premiado no Equador

A cidade equatoriana de Guayaquil foi palco da premiação World Travel Awards, voltada ao reconhecimento dos segmentos hoteleiro e turístico. O Wish Resort, um dos hotéis presentes no grupo GJP, do empresário Guilherme Paulus, foi premiado em razão de ser considerado o melhor da América do Sul para hospedar famílias.

Com o prêmio de 2018, entregue em setembro, a unidade hoteleira idealizada e gerida por Guilherme Paulus totaliza duas vitórias, já que em 2016 também obteve reconhecimento semelhante. Na primeira vez em que conseguiu conquistar o título do World Travel Awards, contudo, as avaliações concluíram que o hotel foi o melhor posicionado entre todos os demais resorts existentes em território brasileiro.

Diversas outras categorias fizeram parte da premiação internacional, o que fez com que uma grande quantidade de hotéis fizesse parte da premiação. O prêmio avaliou estabelecimentos hoteleiros sob pontos de vista variados, tais como o que elegeu o melhor resort para quem visita ambientes de praia. Nessa categoria o vencedor foi o hotel Dom Pedro Laguna. Em se tratando de ambientes de luxo, o Saint Andrews recebeu a condecoração em razão de atender plenamente este tipo de público.

O prêmio também levou em conta que cidades melhor atendiam os turistas. O Rio de Janeiro, por sua vez, recebeu grande parte dos votos por se tratar de um munícipio que suscita o turismo voltado à pratica esportiva. Em se tratando das outras modalidades contidas na premiação, alguns dos hotéis vencedores estavam localizados na região sul do país, como por exemplo, o Wish Resort, que fica em Foz do Iguaçu.

O World Travel Award é conhecido, dentre outras características, pelo modo como elege os melhores hotéis e localidades em todo o mundo. Na etapa considerada a mais relevante do processo de avaliação, hóspedes ou turistas exercem a missão de avaliarem os estabelecimentos de acordo com o grau de satisfação de cada um. Outras fases também compõem o processo de apuração dos resultados, tais como a verificação de como se processa a administração desses espaços e a infraestrutura oferecida.

Espaços de lazer, gastronômicos e esportivos compõem a área do Wish Resort de Guilherme Paulus. Todas as dependências do hotel totalizam um ambiente de 225 hectares no estado do Paraná. Contando com o empresário no comando desde 2009, época em que o grupo GJP se interessou pela compra do imóvel, a unidade hoteleira passou por alguns tipos de reforma, além de operar através de uma nova forma de gestão.

Em conjunto com os 215 quartos existentes no local, o resort possui também áreas comuns aos hóspedes. Desse modo, o hotel de propriedade de Guilherme Paulus possui restaurantes, adega, duas modalidades de piscinas, bem como serviços de sauna e salão de beleza. A possibilidade de se praticar um esporte ocorre pelo fato do local dispor de um campo de golfe ao longo de 80 hectares. Já a gastronomia do estabelecimento permite que o hóspede tenha contato com pratos da culinária de outros países, como a Itália, por exemplo.

Pertencendo ao grupo GJP, cujas iniciais representam exatamente o nome do empreendedor Guilherme Paulus, o Wish Resort modificou sua maneira de operar em se tratando da gastronomia existente no hotel. Isso pode ser observado pelo fato da administração ter iniciado um programa de interação com quem lá se hospeda, já que permite com que os hóspedes deem suas opiniões acerca dos pratos que irão constar em todos os cardápios.